cidade:Breve história da VIMA

www.brasilbook.com.br


  Biografias  

  Cidades  

  História  

  Imagens  

  Temas  



" \\windows-pd-0001.fs.locaweb.com.br\WNFS-0002\brasilbook3\Dados\stats\materias\57.txt
Breve história da VIMA
Autor: Eric Mantuan
Sexta-feira, 13 de Novembro de 2020
Última atualização: 14/11/2020 20:42:14

Fundada em 1973, por sugestão do prefeito Armando Pannunzio, para unificar todas as empresas permissionárias das linhas de ônibus municipais que operavam na cidade.

As linhas eram a Nossa Senhora da Ponte, São João, Viação Barcelona, Santa Angélica, Vila Haro, Fioravante, Santa Rosália e Viação Tobias.

Em 1984 a VIMA sofreu intervenção da prefeitura devido a problemas com manutenção e atrasos nos horários. A época, todas as linhas se dirigiam para o mercado municipal.

A edição de 14 de novembro de 1984 do Cruzeiro do Sul trazia como manchete a expectativa de aumento nas passagens de ônibus em Sorocaba.

A proposta apresentada pela Comissão Tarifária e encaminhada ao prefeito Flávio Chaves era de uma tarifa de Cr$ 350 para o ônibus urbano, diante de um pedido feita pela empresa concessionária Vima de Cr$ 400.

Em 1987 a VIMA venceu a licitação juntamente com a Empresa Auto Onibus São Jorge.

Os atritos com a prefeitura começa em 1989 quando a são Jorge perdeu a concessão das linhas para a recem criada TCS.

Ao mesmo tempo, a Fioravante inicia os testes de um monobloco Mafersa em uma linha troncal.

O capítulo seguinte foi mais tenso devido a pressão dos donos da VIMA, que alegavam quebra de contrato ao realizar a nova licitação na qual a TCS e a Fioravante foram as vencedoras.

As empresas assumiram gradualmente as linhas da VIMA. Além de não aderir a remuneração por Km, a frota não é renovada desde 1987 e haviam carros de 1975 rodando.

A Viação Nossa Senhora da Ponte adquiriu a VIMA e um grande lote de veículos da Mercedes. O lote incluiu veículos Buscar Urbanos e Monoblocos.

A disputa acirrada pelo serviço de transporte público em Sorocaba era manchete da edição de 15 de janeiro de 1992 do Cruzeiro do Sul.

A empresa, então chamada de Souza Transportes Urbanos — STU (não confundir com a concessionária atual) pediu a cassação da permissão obtida pela Fioravante, apontando supostas irregularidades.

No dia 21 de setembro de 1992 foi inaugurado o Terminal Santo Antônio. A Vima desapareceu neste mesmo ano.

Galerias de imagens
VIMA - Viação Manchester
83 imagens
Ônibus em Sorocaba
230 imagens

BRASILBOOK - http://www.brasilbook.com.br
Agradecemos as duvidas, criticas e sugestoes
Compilado por Adriano Cesar Koboyama
Colaboradores:
Luiz Augusto Scarpa, Amora G. Mendes e Matheus Carmine