cidade:Água milagrosa, valsa e cantoria no cemitério de Sorocaba

www.brasilbook.com.br


  Biografias  

  Cidades  

  História  

  Imagens  

  Temas  



" \\windows-pd-0001.fs.locaweb.com.br\WNFS-0002\brasilbook3\Dados\stats\materias\61.txt
Água milagrosa, valsa e cantoria no cemitério de Sorocaba
Segunda-feira, 28 de Outubro de 1929
Última atualização: 14/11/2020 04:00:55

Foi publicado no jornal Diária da Manhã, do Ceara, que, em 1929, um boato curioso se espalhou rapidamente por Sorocaba: vozes entoavam canções e hinos ao som de instrumentos maviosos.

E , nas profundezas da noite, ecoava pelos campos o mistérios daqueles ritmos que empolgavam os defuntos, fazendo-os sair de seus jazigos para, em danças vertiginosas, celebrarem num sabbath encantado, ritos estranhos e cerimônias arcanas.

Há tempos atrás, no mesmo cemitério, repentinamente, surgira uma fonte milagrosa no tumulo de, uma pessoa, que em vida fora extremamente boa. E a água que brotava da pedra nua e fria curava todas as enfermidades dos olhos, desde que o crente tivesse fé em Deus e cultivasse a memória da santa pessoa, cujos restos mortais ali se encontravam sepultados.

O segundo fenômeno mais misterioso, impressionou profundamente toda a cidade.Alguns pessoas descrentes ou ousadas foram até o cemitério, e fora, do circulo de pedra que encerra os túmulos, esperaram com a noite toda os sons encantados. De repente passaram a ouvir uma rhapsodia arcana, uma dança macra, estavam todos atentos, quando, de repente, uma voz vibrante, em falsete, canta a valsa "Ramona".

A maioria das pessoas fugiu rapidamente. De fato, a valsa Ramona, cantada no cemitério depois da meio noite,não era muito tranquilizadora para as pessoas supersticiosas.

Outros tiveram coragem de enfrentar o mistério e penetraram no cemitério. Na noite tenebrosa, aconteceu então, um fato estranho que os fez gelar de horror.

Mal haviam entrado no cemitério, caminhando sobre os túmulos, começou a cair uma verdadeira chuva de flores e coroas, Esses corajosos não conseguiram resistir e fugiram dominados pelo pavor.

No dia seguinte, na cidade não se falava outra coisa. Iniciou-se uma formidável romaria e o povo aglomerou-se nas imediações do cemitério.

A polícia resolveu então agir e, depois de varias pesquisas conseguiu efetuar a prisão de Os Os indivíduos que simulavam a voz feminina para cantar a vala Ramona, durante a noite, assim procediam em consequência de uma aposta, cujo motivo era mostrar coragem.

Verificando o sucesso da extravagante ideia, comentada por toda a cidade como sendo um fenômeno, continuaram agindo, atraindo para o cemitério grande parte dos habitantes. Os implicados no fato prestaram contas as autoridades.

Fonte: Diário da Manhã (CE)
facebook.com/sorocaba24hrs/ posts/549351169163967

Temas relacionados
Extraterrestre e sobrenatural
Cemitérios
Galerias de imagens
Cemitérios sorocabanos
20 imagens
Vila Santana
141 imagens

BRASILBOOK - http://www.brasilbook.com.br
Agradecemos as duvidas, criticas e sugestoes
Compilado por Adriano Cesar Koboyama
Colaboradores:
Luiz Augusto Scarpa, Amora G. Mendes e Matheus Carmine