Frederick Stark: Engenheiro, especialista em represas e bondes foi morto num ataque alemão
Sexta-feira, 7 de Maio de 1915
Última atualização: 10/05/2021 05:49:58



Frederick Stark Pearson foi um engenheiro eletricista e empresário industrial norte-americano.

Nasceu no dia 3 de julho de 1861, na cidade de Lowell, Massachusetts, nos EUA.


O engenheiro Frederick Stark Pearson (1911)
Acervo/Fonte: Wikicommons / Domínio público
Falecido num ataque alemão

Formado pela Universidade Tufts em 1883 participou do desenvolvimento do sistema de transporte elétrico da cidade de Boston.

Foi nomeado em 1894 engenheiro chefe da rede metropolitana de ferrovias da cidade de Nova York.


Scollay Square, Boston (1883)
Acervo/Fonte: BPL - Wikicommons

Esteve a frente no desenvolvimento dos projetos de hidro-elétricas dos Estados Unidos. Juntamente com investidores participou de importantes projetos de geração de energia na América do Norte e América do Sul, e Espanha.

A cidade de Barcelona, homenageou o engenheiro dando o seu nome a uma avenida do bairro de Pedralbes.

O seu império econômico incluia entre outras empresas:

The São Paulo Tramway Light and Power Co. Ltda. em que foi sócio de Alexander Mackenzie um dos diretores da empresa e que dá nome ao Prédio da Light.


Rua XV de Novembro (1957)
Acervo/Fonte: William Janssen
Igreja Presbiteriana à esquerda. Bonde da Tramway Light Power

The Rio de Janeiro Tramway, Light and Power no Brasil, fundada no Canadá em conjunto com Percival Farquhar, posteriormente estas empresas foram unidas e formaram a Light;

Bahia Tramway Light & Power Company;Mexican North Western Railway, a Mexican Tramway Company e a Mexican Light and Power Company no México;

British American Nickel Company no Canadá;Barcelona Traction, Light and Power Company, na Espanha.

Em 1910, junto com Percival Farquhar, tentou assumir o controle de 20 mil milhas de rodovias nos Estados Unidos e criar um sistema transcontinental do Canadá ao Cabo Horn.



Percival Farquhar (1913)
Coleção "Nosso Século" - 1980 da Editora Abril - volume relativo a 1910-1930, página 169

A operação foi iniciada pela compra de ações da Rock Island System, mas fracassou e quase causou um colapso em Wall Street.

Ele havia projetado e construído sistemas semelhantes de transportes em diversas partes do mundo.

Ele fazia sondagens das condições geográficas para a construção de uma grande usina que abastecesse de energia elétrica a capital paulista quando chegou em Itupararanga em 12/05/1911 e se encantou com o lugar.


Represa de Itupararanga
Data: 24 de Dezembro de 1911
Acervo/Fonte: Museu Histórico Sorocabano
Turbina sendo puxada por cavalos

Imediatamente viajou ao Canadá onde foi fundada a empresa São Paulo Eletric Company Ltd. especialmente para a construção da Usina de Itupararanga.


Represa de Itupararanga (1916)
Acervo/Fonte: Guilherme Gaensly
Foto colorida digitalmente

Esse homem teve uma vida fascinante, que daria um livro: fundou uma cidade nos Estados Unidos que leva o nome de sua filha.12 1913 1914 1916 1917 1918Biografias Cidades/Imagens Eventos “Memórias”I.D.: 2781Senha: •••••

A Marinha Real havia bloqueado a Alemanha no início da Primeira Guerra Mundial.

A Alemanha declarou que os mares ao redor do Reino Unido eram uma zona de guerra; a embaixada alemã nos Estados Unidos colocou um anúncio de jornal alertando as pessoas sobre os perigos de navegar no Lusitania.

Quando o Lusitania partiu de Nova Iorque para a Grã-Bretanha em 1 de maio de 1915, a guerra submarina alemã estava se intensificando no Atlântico.


RMS Lusitania (1907)
Acervo/Fonte: George Grantham Bain
Em Nova York, EUA. Afundado em 7/5/1915 pelo submarino alemão U-2



Na tarde de 7 de maio, um submarino alemão torpedeou o Lusitania, a 18 km da costa sul da Irlanda e dentro da zona declarada de guerra.

Uma segunda explosão interna o levou para o fundo do mar em apenas 18 minutos, com a morte de 1 198 passageiros e tripulantes.[3]


Ataque do submarino U-20 ao RMS Lusitânia (1915)
Acervo/Fonte: Cartão postal (1921)
Imagem colorizada digitalmente

[1]Faleceu juntamente com a esposa no naufrágio do RMS Lusitania, navio transatlântico que afundou na costa sul da Irlanda em consequência do torpedeamento do submarino alemão U-20, na Primeira Guerra Mundial.[2][1]

testeselect * from materias where id = 165
1 de Janeiro de 2002
Os soldados brasileiros de Hitler: centenas lutaram ao lado dos nazistas
4 de Abril de 1977
A estranha cronologia do caso "Celso Daniel"
1 de Dezembro de 2020
Cinco maiores roubos da história do Brasil e do mundo
7 de Maio de 1915
Frederick Stark: Engenheiro, especialista em represas e bondes foi morto num ataque alemão
5 de Maio de 1852
"Amante não tem lar; Amante nunca vai casar"
1 de Janeiro de 1980
Chacará dos Padres
18 de Dezembro de 2020
Onde Foram Parar os TRENS do Brasil? Por Que o Brasil não tem Trens?
1 de Janeiro de 2021
Esclarecimentos sobre a Casa dos Padres
1 de Janeiro de 1900
A ESTRADA DOS PROTESTANTES E OS PRIMEIROS PRESBITERIANOS EM VOTORANTIM
1 de Janeiro de 1900
Praça 9 de Julho, Largo de Pito Aceso e outras histórias


Novas imagensExibir por anoGalerias de imagensArtigos MatériasTemas
Hoje na HistóriaProcurar no siteCidadesReceber atualizaçõesBiografias por categoria
Página no FacebookAutores Biografias<


BRASILBOOK - http://www.brasilbook.com.br
Agradecemos as duvidas, criticas e sugestoes
Compilado por Adriano Cesar Koboyama
Colaboradores:
Simone Garcia
João Libero
Amora G. Mendes, Matheus Carmine