Wildcard SSL Certificates
2010
2011
2012
2013
2014
2015
2016
2017
2018
Registros (135)




NAO DSSS!!!



Preso condenado por comandar ataques do PCC em Sorocaba
28 de fevereiro de 201404/04/2024 12:15:29

Preso condenado por comandar ataques do PCC em Sorocaba28/02/14 | Equipe Online - online@jcruzeiro.com.br Wellington em baladas: ostentação - Reprodução/Adival B. PintoWellington em baladas: ostentação - Reprodução/Adival B. PintoO revendedor Wellington Gomes Freitas, 28 anos, condenado a 24 anos de prisão por sua participação nos ataques da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) em 2006, em Sorocaba, foi preso ontem por policiais civis do 8º Distrito Policial, que há um mês já o investigavam. Procurado pela Justiça desde outubro do ano passado, quando saiu a sentença condenatória, Wellington vinha chamando a atenção por sua ostentação nas baladas, chegando a gastar, numa única noite, quase R$ 3 mil, além de reservar, semanalmente, camarote numa casa noturna da cidade. Sua ostentação inclusive fez com que ele fosse ironizado como o "rei do camarote", em alusão ao empresário Alexander de Almeida, que no final de 2013 ganhou repercussão com o referido título porque gastaria, numa única noite, cerca de R$ 50 mil.De acordo com o delegado titular do 8º DP, Maurício Orfalli, a condenação de 24 anos se refere ao único processo no qual Wellington é acusado de formação de quadrilha, tráfico de drogas e posse de artefatos explosivos. Ontem, ao ser preso num bar da avenida Arthur Gonçalves, ele não apresentou resistência. Orfalli relembrou que na época dos ataques, iniciados na antevéspera do Dia das Mães de 2006, Wellington estaria na liderança.Segundo a equipe de investigadores, havia denúncia de que o acusado estaria na zona norte, e após um mês de investigação ele foi localizado. Conforme ainda disseram os investigadores, Wellington vinha também chamando a atenção pelos gastos excessivos numa simples balada, como na da última sexta-feira, quando ele gastou R$ 2.500,00. Conforme estava descrito na comanda, entre os consumos efetuados por ele estavam três garrafas de espumante Chandon e três litros do uísque Black Label, que em casas noturnas são mais caros, além de dezenas de energéticos.Também de acordo com os investigadores, toda semana ele reservava um camarote na mesma casa noturna, e sua exposição em sites de coberturas de festas, exibindo corrente de ouro com pingente de cifrão, também colaborou para ser associado ao tal "rei do camarote". O delegado titular do 8º DP não revelou para qual unidade carcerária o comerciante seria levado.Os ataquesOs ataques do PCC, em 2006, geraram pânico em grande parte das cidades paulistas. Na região de Sorocaba, o primeiro registro foi no dia 13 de maio, com o assassinato dos policiais militares Ricardo Carvalho de Deus, de 37 anos, e Marcelo Martins Prestes, de 29 anos, que trabalhavam na cidade de Salto. No mesmo dia, à noite, duas Companhias da PM foram alvo dos bandidos: a 2ª Cia., da avenida Ipanema, com 15 disparos, e a 5ª Cia., localizada no Mineirão. No domingo, uma rebelião foi registrada no presídio de Itapetininga e a execução, com 22 tiros, do agente penitenciário Robson Cleis, de 46 anos, num bar da Vila Haro.Criminosos também atearam fogo, durante a noite, no 8º Distrito Policial, localizado na Vila Haro. Na segunda-feira, dia 15, quatro ônibus foram incendiados e o pânico tomou conta da população. No meio da tarde, boa parte do comércio fechou as portas diante do boato de que membros do PCC estariam na cidade. A normalidade começou a ser recuperada somente na terça-feira, dia 17, com o fim dos ataques. Ao todo, em Sorocaba foram queimados nove ônibus
Preso condenado por comandar ataques do PCC em Sorocaba

Relacionamentos
-
Cidades (1)
Sorocaba/SP
11000 registros
-
Temas (1)
PCCMarcola
74 registros


Você sabia?Brasilbook.com.br
1500 (Há 524 anos)
..........

*Mapa de Juan de la Cosa, também referido como carta de Juan de la Cosa




Frases
Brasilbook.com.br
..........

Alan Prost achava que Ayrton estava recebendo tratamento preferencial da Honda, e no final de 1988 se reuniu com o dirigente da Honda. Porém, ouviu dele o seguinte:

As pessoas que trabalham na equipe Honda são todos jovens, e eles veneram Senna porque vêem Senna como um samurai.

Ayrton era uma pessoa normal apesar de ser um super piloto um super um super engenheiro esbravejava sofria O japonês tem preço por pessoas normais que fazem coisas grandiosas.




Procurar



Hoje na História


Brasilbook.com.br
Desde 27/08/2017
28375 registros (15,54% da meta)
2243 personagens
1070 temas
640 cidades

Agradecemos as duvidas, criticas e sugestoes
Contato: (15) 99706.2000 Sorocaba/SP