Wildcard SSL Certificates
1628
1629
1630
1631
1632
1633
1634
1635
1636
Registros (47)PessoasCidades




NAO DSSS!!!



Testamento e inventario de Antonia de Oliveira / Teve 3 filhos c/ Diogo: Manoel, Maria e Gabriel
24 de janeiro de 163224/04/2024 23:41:55

Saibam qu~ntos este publico instrumento de cedulae testamento v1r~m que no anno do Nascimento de NossoSenhor Jesus ~hnsto de mil e seiscentos e trinta e doisannos em os vmte e quatro dias do mez de . . d dito an t ·11 Janeiro o. . no nes a v1 a de Santa Anna da Parnaib dp1tania de São Vicente costa do Brasil etc. nas ~sa~ J;morada do capitão André Fernandes aqui morador adondeeu publico tabellião fui chamado estando ahi doente emcama Antonia de Oliveira mulher do dito capitão AndréFernandes de doença que o Senhor Deus lhe deu em seuperfeito juízo e entendimento e logo ahi me foi dito amim publico tabellião e perante as testemunhas que seacharam presentes que ella dita Antonia de Oliveira estavano estado em que todos a viamas e por não saber a horaque Nosso Senhor fosse servido levai-a da vida presentequeria e era contente de mandar fazer esta cedula de testamento para nella declarar o que é necessario e convempara desencargo de sua consciencia. Primeiramente disseque encommendava sua alma a Deus Nosso Senhor quea criou e remiu com seu precioso sangue e que sendoDeus Nosso Senhor servido levai-a da vida presente destadoença de que está doente quer e é contente que seucorpo seja enterrado na igreja de Santa Anna da Parnaiba~· ..... · .· ... · .· .· .· ......................... · ... · .· ................... )o padre Gaspar de Brito (. . . . . .) estando presentes(. . . . . .) o mais deixo em confiança do capitão AndréFernandes que fará o que costuma fazer de caridade eamôr de Deus mando se me diga um officio de nove lições com sua missa (. . . . .. ) sobre minha sepultura.

Mais cinco missas resadas que de tudo se dará a esmola costumada mando que na igreja de Nossa Senhora do Carmo me digam nove missas resadas com a esmola costumada mando que se dê de esmola a uma menina filha de Manoel de Lara meu filho por nome Joana que eu criei o meu vestido e sua mãe va com ella e seus filhos (. . . . . .) mando se dê de esmola uma rapariga por nome Luiza a uma filha de Isabel de Paredes minha sobrinha por nome Mariquita moradora em Santos declaro que eu fui tres vezes casada em face de igreja a primeiracom Antonio Ch ...... (Chaveiro) um filho que morreu, do segundo (. . . . . .) Diogo de Lara do qual tive tres filhos (. . . . . .) Manoel de Lara e Maria de Oliveira eGabriel de Lara o capitão André Fernandes do qual( ...... ) que ora fica na paragem ( ...... ) FranciscoFernandes de Oliveira (. . . . . .) são herdeiros (. . . . . .minha fazenda declaro que tenho feito ( ...... ) filhoFrancisco Fernandes de Oliveira ( .............. .................................... . )mando que nenhum de meus herdeiros va contra isso eassim peço ás justiças de Sua Magestade .cumprai:n e mandem cumprir e guardar em tudo esta mmha ultima e derradeira vontade; declaro que possuímos o gentio da terra( ...... ) de consciencia delles, mais obriga (. . . . .. )conforme o costume da terra entre os quaes ha muitosque vieram de suas aldeias e de sua terra livremente semninguem ir por elles só vieram pela fama de meu maridoo capitão André Fernandes, só pelo bom tratamento quecom elles usa nos quaes se não balirão nem aggravarãopor serem livres como são e os deixem estar como atéagora estiveram e os mais que foram trazidos e descidos( ...... ) os mais herdeiros como a justiça ordenar declaroque as dividas que devemos hoje se hão de pagar as quemeu marido o capitão André Fernandes der por um róideclaro que casamos ( ...... ) e a Salvador Soares e Pedro Alvares (. . . . .. ) partimos com elles do que possuímos como ( ..... .) o que devia e o que lhe demosconAsta ( ...... ) o hei por ?em feito pois tudo fiz peloamor de Deus ~ obra de c.andade declaro que deixo pormeus testamente1ros ao capitão André Fernandes meu companheiro e a meu cunhado e( ...... ) Balthazar Fernandes aos quaes lhe peço (. . . . . . . . . . . . . . . . . . . .......................~ ·a· ~ad~ ~~ deIIes .(. ·. ·. ·. ·. · .). ·~e~~ · Úiho·s · te~ha·~ ~~ tu~o respeito ao capitão André Fernandes como o pae ehei por revo~ados todos e quaesquer outros testamentosq~e tenho fe1t? e. es~e quero que valha e tenha força ev1~or e peço as Justiças de Sua Magestade o façam cumpr.1r e gu~rdar como nelle se contem (. . . . . .) esta é ammha ultima e derradeira vontade testemunhas que forampresentes o padre Gaspar de Brito que a rogo da dita~es~doJra ass1gnou por ella e por estar presente ao fazeres e ac?me Nunes e Pedro Nunes e Antonio Nunestodos aqui moradores que assignaram neste meu livro de notas onde fica tomado e eu Manoel de Alvarenga tabellião o escrevi - Assigno pela testadora e por ella mopedir e eu estar presente e como testemunha o p~dre Gaspar de Brito, Jacome Nune~, Pe~ro.Nunes, A~tomo Nunes,o qual traslado eu tabell1ão bre1 bem e flelm~nte semcousa que duvida faça e _vae . na verdade e.m o dia m~z eanno atrás escripto e ass1gne1 dos meus s1gnaes pubhcose raso que taes são. - Manoel de Alvarenga. Cumpra-se como nelle se contem. - Santa Anna da Parnaiba 11 de marçode 1632 annos. - Alberto Lobo. [1]

PROJETO COMPARTILHARCoordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueirawww.projetocompartilhar.org S.L. 8º, 484, 1-2 Antonia de Oliveira falecida com testamento em 1632 em Parnaíba, foi 1.º casada com Antonio Xavier (ou Chaveiro); 2.ª vez com Diogo de Lara; 3.ª vez estava casada quando faleceu, com o capitão André Fernandes. Teve (C. O. de S. Paulo) do 2.º marido 3 f.ºs:2-2 Manoel de Lara, faleceu em 1637 em Parnaíba.2-3 Maria de Oliveira casou em 1614 com Antonio Varoja e faleceu em 1628, sem geração (C. O. de S. Paulo).2-4 Capitão Gabriel de Lara, foi um dos fundadores de Paranaguá e Curitiba; foi casado com Brigida Gonçalves Subsídios à Genealogia Paulistana (Regina Junqueira) Com dados extraídos dos inventários e testamentos de Antonia de Oliveira e seus filhos Maria de Oliveira e Manoel de Lara (SAESP 8º, 10º e 13º, neste site) Antonia e Diogo de Lara, seu segundo marido, tiveram ao menos os seguintes filhos:1. Manoel de Lara, falecido em 1636 e inventariado em 1637 (SAESP vol. 10).2. Maria de Oliveira, c.c. Antonio Varoja, falecida sem geração em 1628 (SAESP vol. 13).3. Gabriel de Lara, foi morador da vila de Nossa Senhora das Neves de Iguape. (SL 8º, 484, 2-4)4. Diogo de Lara, não citado no testamento materno, nem na GP. Em 1650 requereu a curadoria de sua sobrinha Maria, filha de seu irmão Manoel de Lara acima. Em 1653, os herdeiros de Antonia de Oliveira declaram que ela era inventariante de seu filho Diogo de Lara. (Inventários de Maria de Oliveira e Manoel de Lara). ANTONIA DE OLIVEIRAInventário e Testamento SAESP, vol 8, fls. 307 a 334Testamento Data:. 24-1-1632Inventário Data: 21-4-1632Local:. vila de Santa Ana da Parnaíba, nas casas da morada do capitão André FernandesJuiz Ordinário e dos Órfãos: João de GodoyTabelião: Manuel de AlvarengaDeclarante: capitão André Fernandes.Avaliadores: Jacome Nunes e Alvaro Neto o moço moradores nesta dita vila. TESTAMENTO (resumo) Aos 24-1-1632 nesta vila de Santa Ana da Parnaíba nas casas da morada do capitão André Fernandes aqui morador adonde eu público tabelião fui chamado estando ai doente em cama Antonia de Oliveira mulher do dito capitão e perante as testemunhas que se acharam presentes que ela dita Antonia de Oliveira era contente de mandar fazer esta cédula de testamento.(encomendações pias).Meu corpo seja enterrado na igreja de Santa Ana da Parnaíva.(pedidos de missas).(legados, entre eles) - mando que se dê de esmola-a uma menina filha de Manuel de Lara meu filho por nome Joanna que eu criei o meu vestido e sua mãe vá com ela e seus filhos ----.- uma rapariga por nome Luzia a uma filha de Izabel de Paredes minha sobrinha por nome Mariquita moradora em Santos.Declaro que eu fui tres vezes casada em face de igreja a primeira com Antonio Ch--- um filho que morreu // do segundo ----- Diogo de Lara do qual tive tres filhos - Manuel de Lara e Maria de Oliveira e Gabriel de -- o capitão André Fernandes do qual ---- que ora fica na paragem ---- Francisco Fernandes de Oliveira ----- são herdeiros ----- minha fazenda // declaro que tudo tenho feito - filho Francisco Fernandes de Oliveira- -------------- (várias linhas em branco)---------- ,mando que nenhum de meus herdeiros vá contra isso e assim peço cumpram e mandem cumprir e guardar em tudo esta minha ultima e derradeira vontade //Declaro que as dividas que devemos hoje se hão de pagar as que meu marido o capitão André Fernandes der por um rol/Declaro que casamos --------- e a Salvador Soares e a Pedro Alvares -- partimos com eles do que possuiamos como o ---- o que devia e o que lhe demos consta -- o hei por bem feito pois tudo fiz pelo amor de Deus e obra de caridade.Declaro que deixo por meus testamenteiros ao capitão André Fernandes meu companheiro e a meu cunhado e --- Balthazar Fernandes aos quaes lhe peço ----------------------- e a cada um deles - meus filhos tenham em tudo respeito ao capitão André Fernandes como a pai e hei por revogados todos e quaisquer outros testamentos que tenha feito e este quero que valha e tenha força e vigor.Esta é minha ultima e derradeira vontade testemunhas que foram presentes o padre Gaspar de Brito que a rogo da dita testadora assinou por ela e por estar presente ao fazer deste Jacome Nunes e Pedro Nunes e Antonio Nunes todos aqui moradores que assinaram neste meu livro de notas onde fica tomado e eu Manuel de Alvarenga tabelião o escrevi. - Assino pela testadora e por ela m’o pedir e eu estar presente e como testemunha o padre Gaspar de Brito, Jacome Nunes, Pedro Nunes, Antonio Nunes, o qual translado eu tabelião tirei bem e fielmente sem cousa que duvida faça. Manuel de Alvarenga. Cumpra-se como nele se contem. Santa Ana de Parnaíba 11 de março de 632 anos - Alberto Lobo. Seguem-se avaliações. (entre elas)- uma carta de data de terras em Birachoiava.- outra carta de data de terras em It---hy termo desta vila, de duas leguas a saber da dita carta se deitou uma légua em patrimônio a Francisco Fernandes de Oliveira de que está de posse por autoridade de justiça.- outra carta de data de terras em Juqueri, ------- braças rio abaixo onde chamam Jurum---. fls 317 Rol de gente (entre elas)- Luiz com sua mulher Clemencia. Dividas que se devem neste inventário (entre elas):- deve no inventário de Angela Fernandes 23$000 réis. fls. 325 Termo de requerimento que fez Gabriel de Lara ao juiz ordinário e dos órfãos João de Godoy.Aos 26-5-1632 nas pousadas de Christovão Diniz morador nesta dita vila onde o juiz ordinário e dos órfãos João de Godoy estava fazendo inventário da fazenda do defunto Sebastião Mendes Godinho que Deus haja perante ele dito juiz apareceu Gabriel de Oliveira morador na vila de Nossa Senhora das Neves em Iguape e que ele estava nesta dita vila e viera em busca de sua herança que lhe cabia por morte e falecimento de sua mãe Antonia de Oliveira e porquanto ele dito Gabriel de Lara se tinha concertado com André Fernandes (...) em que confessava estar pago e satisfeito de tudo o que a sua parte lhe vinha (...) havendo por bem feito tudo o que constar por escrituras e eis que a dita sua mãe tem feito como é a doação feita a Capela da Senhora Santa Anna e patrimônio de seu irmão Francisco Fernandes de Oliveira e os dotes das filhas do dito capitão André Fernandes a saber a mulher de Alberto Lobo e outrossim a mulher de Salvador Soares e Pedro Alves Moreira. - Gabriel de Lara. fls. 329 - avaliação do gado no curral de André Fernandes em Jerabaty. liquido para repartir entre três herdeiros desta fazenda 41$000 réis cabendo a cada um 13$680 réis. Peças forras, partilha que couberam:- ao capitão André Fernandes a metade.- quinhão de Francisco Fernandes. seguem-se recibos. Recebi uma rapariga por nome Marina que minha tia Antonia de Oliveira deixou de esmola a minha filha Maria, hoje 4-10-1632 anos. Izabel de Paredes. Digo eu Manuel de Lara que estou pago e satisfeito do fato que minha mãe deixou a sua neta ---- testamento que se me desse, hoje 8-9-1632. - Manuel de Lara [2]
[26749] 1° fonte: 01/01/1945
*Sérgio Buarque de Holanda - Monções Capítulos de expansão paulista

ver fonte
[19743] 2° fonte: 21/04/2022
Inventário de Antonia de Oliveira é registrado em Parnaíba: Biraçoiava

ver fonte

Relacionamentos
-
Pessoas (8)
Gabriel de Lara (f.1694)
50 registros
André Fernandes (1578-1641)
124 registros
Luzia
8 registros
Maria de Oliveira "Lara"
7 registros
Manoel de Lara (f.1636)
11 registros
Alberto Lôbo
9 registros
Manoel de Alvarenga
9 registros
Francisco Fernandes de Oliveira
5 registros
-
Cidades (2)
Sorocaba/SP
11000 registros
Santana de Parnaíba/SP
554 registros
-
Temas (5)
Ermidas, capelas e igrejas
601 registros
Fazendas
70 registros
Capela de Santa Ana
25 registros
Rio Juquiri
39 registros
Pela primeira vez
910 registros


Você sabia?Brasilbook.com.br
1000 (Há 1024 anos)
..........

"Os tupis eram muito mais aguerridos, muito mais diversificados na sua cultura eles expulsaram os homens do Sambaqui ou os escravizaram ninguém sabe e curiosamente nessa diáspora fantástica da marcha dos Tupis eles foram até a Amazônia e foi exatamente esse fato deixado pelos Tupis ex os portugueses um dia vieram encontrar."




Mark Zuckerberg
Brasilbook.com.br
..........

Para manter nossa sociedade avançando, temos um desafio geracional: não apenas criar novos trabalhos, mas criar um novo senso de propósito.

Discurso de Mark Zuckerberg em Harvard. Fonte: napratica.org.br
18/08/2017





Procurar



Hoje na História


Brasilbook.com.br
Desde 27/08/2017
28375 registros (15,54% da meta)
2243 personagens
1070 temas
640 cidades

Agradecemos as duvidas, criticas e sugestoes
Contato: (15) 99706.2000 Sorocaba/SP