Wildcard SSL Certificates
Ano:  
1530
14 registros
1528152915311532
'



Gonçalo da Costa chega a San Lucas de Barrameda em fins de agosto*
Sexta-feira, 1 de Agosto de 1530
Fonte: São Vicente Primeiros Tempos / "Historia De Santos" Francisco Martins dos Santos (12/1936)


Gonçalo da Costa chega a San Lucas de Barrameda em fins de agosto de 1530, dirigindose para Sevilha, onde a chamado rei, foi encontrá-lo, fato citado por Herrera, atendendo aopedido do rei, o que era quase uma ordem de D. João. Dirigiu-se a Portugal, onde deulargas explicações, não só do Bacharel, como sobre os habitantes daquela região e dopovoado de São Vicente e das expedições que ali aportavam clandestinamente ou não,quase sempre a caminho do Rio da Prata. Presumindo-se que ignorava, entretanto, quais asintenções do rei, e ao receber dele o convite para chefiar uma armada já pronta, quis saberqual a missão que deveria cumprir. Ao saber o que dele se esperava, pediu alguns diaspara pensar, prazo este que aproveitou para voltar à Espanha, onde ficaria a serviço do rei,e “a cujas armadas serviria com invulgar destemor”, a ponto de participar da armada de 1ºde setembro de 1534, com quem foi Pedro de Mendoza, para colonizar e fundar BuenosAires. [1]

A respeito desta viagem de Gonçalo da Cósta, diz Her- rera: (1) "... fué informada la Reyna, que el Rey de Portugal, avia escrito á Sevilla, a un Português llamado Gonçalo de Acosta, que avia estado muchos anos en la provín- cia dei Brasil, entre los índios, y se vino a Castilla, ofreciendole seguro, y mercedes, porque fuesse á Lis- boa, etc le rogaron que fuesse en una ar- mada que se despachava para aquellas partes, hazien- dole crecidos partidos, y que por no dexarle bolver a Sevilla, para llevar su muger e hijos, para dexarlos em Portugal, se ausento sin que nadie lo entendiesse 99 Embora atravéz de outra interpretação, vê-se ahi, que o Rei de Portugal mandára chamar da Hespanha a Gonçalo da Cósta, não porquê elle fosse um conhecedor do Brasil somente, mas, principalmente para decidir com elle, em definitivo, se devia usar de outros meios para obrigar o "bacharel" a cumprir a ordem do representante do rei em São Vicente, como também se poderia usar do seu prestigio entre os aborígenes brasileiros para realisar a colonisação regular daquella parte do Brasil e explorar o "rio da prata", investindo-o talvez de alguma alta qualidade e sob a pro- messa de boa retribuição. Não contava o rei com a amizade e a fidelidade de Gon- çalo da Cósta ao "bacharel" seu sogro, suppondo-o apenas ligado áquelle portuguez por uma indiasinha com meio san- gue europeu. Houve então a recusa de Gonçalo da Cósta e sua retirada de Portugal, como se deprehende do próprio Herrera: "se ausento sin que nadie lo entendiesse", revol- tado cértamente como teria ficado, com a condição imposta, preliminarmente, pelo Rei. Na mesma occasião em que seguira Gonçalo da Cósta, seguira também, na mesma viagem, o Capitão Rojas, seu protegido contra a raiva de Caboto. [2]

Gonçalo da Costa

João III "o Piedoso"

Cosme Fernandes

Sevilhanos

em 1530Retrospectiva 1530

Cananéia/SP

Carapicuiba/SP

Iguape/SP

Lisboa/POR

São Sebastião/SP

São Vicente/SP

Sorocaba/SP

Últimas materias
07/08/2022
De São Paulo a Sorocaba
03/08/2022
Caminho até Ipanema
03/08/2022
Aniversário de "Sorocava"
31/07/2022
Etepararange
30/07/2022
Corrigindo Luiz Castanho de Almeida: Parte III
30/07/2022
Corrigindo Luiz Castanho de Almeida: Parte II
29/07/2022
Análise da obra de Luiz Castanho de Almeida: Parte I
29/07/2022
Sorocaba: no limite de Tordesilhas
29/07/2022
Minas de "Surucava"
29/07/2022
Primeiro ouro foi descoberto na região de Sorocaba em 1562





Biografias/temas
Imagens
História
Cidades



Hoje na história!


Hoje na História: 10 de Agosto
41 registros


BRASILBOOK - http://www.brasilbook.com.br
Agradecemos as duvidas, criticas e sugestoes
Compilado por Adriano Cesar Koboyama
Colaboradores:
Simone Garcia
João Libero
Amora G. Mendes, Matheus Carmine