Wildcard SSL Certificates
2017
2018
2019
2020
2021
2022
2023
2024
100
Registros (133)




NAO DSSS!!!



Fundamentação da História da Educação Brasileira: O gesto pedagógico colonial, os processos para consulta e os regimentos, séculos XVII-XVIII, Danilo Arnaldo Briskievicz, Instituto Federal de Minas Gerais, campus Santa Luzia, Belo Horizonte
202105/04/2024 00:21:57

à jurisprudência, ao direito. Por isso, foi possível, não sem conflitos, permanênciase rupturas, o estabelecimento em alguns casos da ampliação do controlegovernamental da Coroa portuguesa de forma capilar e micromolecular pelacolônia. A centralização do aparelho do Estado nos corpos políticos da metrópole eda colônia estava garantida, assim, os olhos do rei estavam em todos os lugares ondehouvesse alguém apto a escrever notícias sobre o que estava acontecendo.Em conclusão, o gesto pedagógico colonial de administração da coisa pública–fosse da Coroa portuguesa ou dos órgãos locais manifestamente os maisimportantes dos Concelhos, inclusas as paróquias ou freguesias e seus registros debatismos, casamentos e óbitos –, era fundamentado na escrita de processos paraconsulta. A centralização desses dispositivos de governamentalidade permitiu certaagilidade – talvez quebrada pelas distâncias imensas do território brasileiro emrelação a si mesmo e a Portugal e das primeiras comarcas mineiras – nos processosde criação de ampla legislação sobre os descobertos de pedras preciosas, ouro ediamante. Por conta desse gesto pedagógico colonial de escrever os regimentosordenando os territórios, é possível se narrar grande parte da história brasileira emineira dessa ocupação, em especial das vilas do ouro, no caso deste estudo, a vilado Príncipe.

OS REGIMENTOS DE 1608 E 1618 E A FUNDAÇÃO DOS TERRITÓRIOS

Em 1590, Afonso Sardinha comunicou ao governo português a descoberta de ouro na serra do Jaraguá, no território de São Paulo. A notícia produziu um rápido movimento de, por meio das sagradas letras, escrever regimentos ou regulamentos para a nascente indústria mineral da colônia. Por causa disso, foi publicado o Primeiro regimento das terras minerais do Brasil, datado de 15 de agosto de 1603, com 62 artigos. Coube ao governador-geral Diogo Botelho (1602-1606) ordenar as lavras de ouro, controlar os negócios ilícitos – os afamados descaminhos do ouro – bem como colocar as sagradas letras do regimento em prática, a serviço da Coroa portuguesa, para regular a exploração das minas. As instruções têm como modelo de sucesso a empreitada mineradora das minas de ouro, prata e bronze das colônias espanholas da América.

Aos descobridores, o regimento deixava claro que a propriedade das minasera da Coroa portuguesa, que concedia aos mineradores as lavras para exploração,como seus súditos. Esse Regimento previa que os descobridores de jazidas adquiriamo direito de explorar a mina “[...] com superfície retangular de 80 por 40 varas (varasde 5 palmos, 88 por 44 metros ou 3.872 metros quadrados)” (Ferrand, 1998, p. 144),garantida outra, “[...] de 60 por 30 varas (66 por 33 metros ou 2.178 metrosquadrados)” (Ferrand, 1998, p. 144), sendo que “[...] o resto da jazida tinha de serrepartido entre as diversas pessoas que desejassem fazer sua explotação, à razão deuma parte explotável de 60 por 30 varas para cada uma delas” (Ferrand, 1998, p. [Página 10 do pdf]
Fundamentação da História da Educação Brasileira: O gesto pedagógico colonial, os processos para consulta e os regimentos, séculos XVII-XVIII, Danilo Arnaldo Briskievicz, Instituto Federal de Minas Gerais, campus Santa Luzia, Belo Horizonte

Relacionamentos
-
Pessoas (1)
Afonso Sardinha, o Velho (1535-1616)
Falecido há 405 anos / 376 registros
-
Cidades (2)
São Paulo/SP
3548 registros
Sorocaba/SP
11000 registros
-
Temas (2)
Ouro
1238 registros
Pela primeira vez
911 registros


Você sabia?Brasilbook.com.br
16 de abril de 2023 (Há 1 anos)
..........

1. A primeira fotografia da história Ainda que diversos cientistas tenham tentado fixar imagens em superfícies sensíveis à luz, o primeiro que alcançou esse feito foi o francês Joseph Nicéphore Niépce. Para isso, ele usou uma folha de peltre (uma liga metálica), coberta de betume (um derivado de petróleo) e óleo de lavanda. A folha ficou exposta à luz por dias, até que a imagem aparecesse, dependendo do jeito que você olhava para ela. Acima, podemos ver a imagem original à direita e uma versão melhorada ao lado. Mas, por mais rudimentar que pareça aos olhos de hoje, a primeira fotografia foi uma grande conquista para a época. Ela é de 1826.




Jorge Caldeira
Brasilbook.com.br
..........

O analfabetismo é seguramente o aspecto mais negativo da vida brasileira, especificamente na América "portuguesa", pois na América hispânica havia gráfica e imprimindo bíblias em guarani, nas povoações dos nativos.

Programa Roda Viva, 05.02.2018. Jorge Caldeira
05/02/2018





Procurar



Hoje na História


Brasilbook.com.br
Desde 27/08/2017
28375 registros (15,54% da meta)
2243 personagens
1070 temas
640 cidades

Agradecemos as duvidas, criticas e sugestoes
Contato: (15) 99706.2000 Sorocaba/SP