Wildcard SSL Certificates
2017
2018
2019
2020
2021
2022
2023
2024
100
Registros (133)




NAO DSSS!!!



Cornélio de Arzão, consulta em projetocompartilhar.org
5 de abril de 202109/04/2024 11:08:31
Registrado por Adriano Koboyama

PROJETO COMPARTILHARCoordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira

SL. 7º, 315, Título - Cornélio de Arzam, natural de Flandres, faleceu em 1638, casou com Elvira Rodrigues. Teve os 6 f.ºs

Subsídios à Genealogia Paulistana (Regina Junqueira)

Cornélio de Arzam chegou a São Paulo em 1609, quando Martim Rodrigues já havia partido em sua bandeira mal afortunada. Foi sua sogra, Suzana Rodrigues, quem tratou de seu casamento com Elvira. Nunca conheceu o sogro. Foi várias vezes denunciado à Inquisição e em 1628 teve seus bens sequestrados, conforme o documento abaixo.

Nesta ocasião o cunhado Pedro Tenório, filho bastardo de Martim Rodrigues, (não incluído na GP), morava em sua casa.

Filhos:1- Maria, nascida por 1613

2- Manoel, nascido por 1616: (neste site - Sesmarias vol. 01, 158) Manoel de Arzão - 1640 - f filho e neto de conquistadores, terras na cabeceira de Belchior de Borba. Casou aos 13-01-1642 na Sé de São Paulo com Maria Afonso também referida em alguns assentos paroquiais como Maria de Azevedo. Aos 6 de outubro de 1677 recebeu provisão passada na Bahia por Antonio Garcia para assumir o cargo de Capitão de Infantaria da Ordenança do Bairro de Santo Amaro, antes ocupado por Francisco Furtado porque, estando vago o posto, "convem prove-lo em pessoa de pratica da disciplina militar e experiência da guerra: tendo nós consideração ao bem que todas estas partes e qualidades concorrem, na pessoa de Monoel Rodrigues de Arzão ... (RGCSP, vol 3º, flas 277). Tiveram vários filhos entre eles:

- Suzana Rodrigues de Arzam, casada com Manoel Gonçalves Malio, filho de Baltazar Gonçalvez Malio e Domingas de Abreu, todos moradores em Santo Amaro, onde batizaram os filhos e onde faleceram, Manoel em 1720 e Suzana aos 04-05-1754, sepultada dentro da Matriz de Santo Amaro. (ACMSP, códice 4-2-34). Além dos filhos legítimos, Manoel teve alguns naturais e outros bastardos, batizados e casados em Santo Amaro, conforme os livros paroquiais.

3- Ana Rodrigues casada com Belchior de Borba (neste site - Sesmarias vol. 01, 157) Belchior de Borba - 1640 - No limite de Botura (vuturuna), nas cabeceiras de Tristão de Oliveira ou de Martim Rodrigues. Família “Borba Gato”, neste site

4- Suzana, nascida por 1624.

5- Brás Rodrigues de Arzão, nascido por 1626 (SAESP vol. 23º - neste site)

6- Cornélio, nascido por 1628. CORNELIO DE ARZÃOINVENTÁRIO NO JUIZADO DOS ÓRFÃOS Data 30-10-1638Local: Vila de São PauloJuiz: Dom Francisco Rendon de QuevedoInventariante: A viúva Elvira RodriguesSAESP, Inv e Test , vol 12, fls 27 a 67 FILHOS:Maria de 25 anosManoel de 22 anosAna Rodrigues casada com Belchior de BorbaSuzana de 14 anosBraz de 12 anosCornélio de 10 anos BENS DE RAIZ:Casas de dois lanços na Vila de São Paulo junto da Matriz .......25$000Um lanço de casa novo que parte com Belchior de Borba..........12$000Chãos com taipas novas..............................20$000Sitio de três lanços de Taipa em Boy...........................................25$000 PROCURADOR DA VIUVA : João Paes

CURADOR Á LIDE DOS ÓRFÃOS: Antonio Vieira de Maia MONTE MOR: 562$740 5-8-1623Diz Braz Rodrigues de Arzão morador nesta villa que ele ficou órfão filho do defunto Cornélio de Arzão elle dito é casado com mulher e filhos e está para se mudar com casa e família para fora da vila e termo (pelo que pede a legítima de 51$114).

21-10-1684

Braz Rodrigues de Arzão declara ao Juiz Salvador Cardoso de Almeida que seu irmão Cornélio Rodrigues de Arzão falecera em Itu onde era morador e deixou filhos menores...(pede o inventário, avaliação e leilão dos bens desses órfãos na vila de São Paulo)

INVENTÁRIO DA FAZENDA DE CORNÉLIO DE ARZÃOMANDADO FAZER PELA INQUISIÇÂOVol 12, fls 71 a 127

Anno do Nascimento de Jesus Cristo de 1 de abril de 1628 no termo da villa de São Paulo capitania de São Vicente partes do Brazil no termo desta vila donde chamam Piratiaba e roça e fazenda de Cornélio de Arzão onde veio o Juiz ordinário da villa Francisco de Paiva trazendo comsigo a Liguel Ribeiro meirinho da Santa Inquisição por ordem e mandado do Senhor Inquisidor Luiz Pires da Veiga trazendo mais comsigo a mim Tabelião ao diante nomeado, e ao tabelião Simão Borges de Cerqueira , e sendo aqui nesta fazenda a meia noite pouco mais ou menos chegando as portas da dita casa do dito Cornélio de Arzão logo o dito meirinho Miguel Ribeiro bateu a porta da dita casa dizendo que da parte da Santa Inquisição lhe abrissem a porta a qual foi aberta pela mulher do dito Cornélio de Arzão Elvira Rodrigues e juntamente com um irmão seu por nome Pedro Rodrigues Tenório e sendo aberta a porta da dita casa logo pelo dito meirinho Miguel Ribeiro e o dito Francisco de Paiva lhe foi mandado por parte da Santa Inquisição entregasse as chaves da dita casa e de todas as caixas que tivesse e declarasse toda a fazenda que nella havia a qual disse e declarou que na dita casa em que estava e nós todos entramos não havia mais que uma fraqueira em que estavam sete frascos juntamente duas tamboladeiras de prata e três digo uma maior e outra mais pequena e três colheres de prata, e que na dita casa não havia mais gente que gente de serviço, negros da terra e que em outra casa que junta estava estavam duas caixas em que tinha algumas coisas e que fossem ver, e logo se foi ver deixando na dita casa que primeiro vimos guardas e bom recado como o caso requeria e do que dentro estava se fez inventário seguinte perante o dito juiz e meirinho e a dita Elvira Rodrigues por mão saber e assignou por ella Belchior de Borba forasteiro que ahi se achou eu Fernão Rodrigues Cordova tabelião escrevi.

(Seguem as avaliações da frasqueira, tachos, todo o tipo de ferramentas, pratos de estanho, gado, porcos, um pano cozido com 9920 em dinheiro, relicário, roupas, tecidos, 27 grãos de ouro e quatro pérolas, louça, um par de óculos, facas e facões, uma negra da Guiné e seu filho, armas, plantações de algodão, mandioca, aves, gentio da terra) E logo no ditto mês e anno acima e atraz declarado sendo feito esse inventário ....foi dado juramento na Cruz da vara em nome dos Santos Evangelhos a mulher do preso Cornélio de Arzão a requerimento do meirinho do Santo Oficio....... Aos dois dias do mez de Abril ...o dito Juiz Francisco de Paiva e o meirinho do Santo Oficio Miguel Ribeiro trazendo a mim tabelião nos partimos do sitio de Cornélio de Arzão atraz declarado e dahi fomos a uma casa que está na roça do dito Cornélio de Arzão para sabermos o que nella havia e achamos o abaixo declarado.(milho, moinho, casas, ferramentas, pouco mobiliário) (Segue avaliações das casas e seus pertences na vila e o rol dos conhecimentos, i. é. devedores) ESCRIPTURASCarta de data de sesmaria de meia légua nos matos do BihiCasas defronte à casa do VigárioUmas terras em BohiSessenta e seis braças de terras em BirapoeraChãos na banda de Santo AntonioCinco braças de chãos em SantosTerras em Bohi compradas a Matias de OliveiraUma légua no Covatão merim correndo para PiaçagoeraUm conhecimento pelo qual Miguel Gonçalves Correia que era ido ao Peru, devia 16$000 ao dito preso. Penhoras feitas aos oficiais da Câmara do ano de 1610, referentes ao que a Câmara devia ao preso Cornélio de Arzão pelo feitio da Matriz.Pagaram:Mathias de OliveiraBento de Oliveira por seu irmão Gaspar de Oliveira por conta do inventário de Francisco da GamaCatarina Dias por seu marido defunto Garcia RodriguesManuel da Costa e Miguel Ribeiro como herdeiros de Belchior da CostaBernardo de Quadros, por ter sido oficial da Câmara em 1610 LEILÃO(Segue o leilão de todos os bens em praça pública, exceto o ouro, prata, pérolas e moeda que foram direto para o bolso do meirinho. O meirinho também recebeu o dinheiro dos credores) [0]
Cornélio de Arzão, consulta em projetocompartilhar.org

Relacionamentos
-
Pessoas (11)
Cornélio de Arzão
75 registros
Suzana Rodrigues (n.1559)
16 registros
Simão Borges Cerqueira (1554-1632)
54 registros
Francisco de Paiva
13 registros
Belchior de Borba Gato (1610-1669)
21 registros
Ana Rodrigues de Arzão
7 registros
Suzana Rodrigues de Arzão (n.1624)
2 registros
Manoel Gonçalves Malio
2 registros
Baltasar Gonçalves Malio (1573-1667)
25 registros
Braz Rodrigues de Arzão (1626-1692)
14 registros
Cornélio Rodrigues de Arzão (f.1684)
2 registros
-
Cidades (1)
Itu/SP
695 registros
-
Temas (3)
Apereatuba
48 registros
Inquisição
108 registros
Prata
152 registros
Você sabia?
Todas as pessoas têm o lado positivo e o negativo, possuem qualidades e defeitos. E, quando reparamos nos defeitos, estes parecem manifestar-se de modo mais acento.
*Tietê ontem e hoje: preservação ou mudança toponímica e a legislação do ato de nomear. Uma proposta de Lei, 2008. Ideli Raimundo di Tizzio, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã.


Procurar



Hoje na História


Brasilbook.com.br
Desde 27/08/2017
28375 registros (15,54% da meta)
2243 personagens
1070 temas
640 cidades

Agradecemos as duvidas, criticas e sugestoes
Contato: (15) 99706.2000 Sorocaba/SP