Wildcard SSL Certificates
Ano:  

CidadesBiografias / TemasImagens
TELAMTESTE!
'



Documento
Segunda-feira, 16 de Junho de 1721
Fonte: Provimentos do ouvidor Pardinho para a vila de Paranaguá

TRESLADO DOS CAPÍTULOS DE CORREIÇÃO DESTA VILLA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DE PERNAGUA ESTE ANNO DE 1721. Anno do Nascimento de Nosso Senhor Jesu Christo, de mil setecentos e vinte e hum annos aos dezasseis dias do mes de Junho do dito anno, nesta Villa de nossa Senhora do Rosário, e Capitania 1 de Pernaguâ em as Cazas da Officina dos quintos Reaes por encapacidade da Camará delia por ser pequena, e incapas, onde veyo o Dezembargador Ouvidor geral, e Corregedor destas Capitanias do Sul, o Douctor Raphael Pires Pardinho, aonde eu escrivam da Correissão vim, onde lambem estavão prezentes os Juizes Ordinários, Vereadores, e Procurador do Concelho, que este prezente anno servem na Camará desta Villa, Matheus Luis Greu 2 , o Alferes Manoel Moreira Barbosa, António de Lemos, Joseph da Sylva Bairros, e Thomaz dos Reys, António de França, e outras muitas pessoas da Governanssa e Povo desta Villa, para effeito de se fazerem os provimentos para o bom regimen desta Republica, os quaes se fizeram pella maneira seguinte. [l.° Quando se levantou por Villa, e Creação delia.]1 ,° - Achou elle Ouvidor geral , que em seis de Janeiro do anno de mil seiscentos, e quarenta e seis se levantou nesta Povoassão em nome de Sua Magestade que Deos guarde pelourinho por ordem de Duarte Corrêa Vasquiannes, que governava o Rio de Janeyro. E que em vinte e seis de Dezembro de mil seiscentos e quarenta e oito se fes a primeira eleição de Juizes Ordinários, e Officiaes da Camará, que principiarão a haver, e servir no anno de mil seiscentos e quarenta e nove, por ordem, que em nome do mesmo Senhor a requeimento destes moradores, passou o Dezembargador Sendicante Manoel Pereira Franco, que andava nas Villas deste Estado da parte do Sul. 1 "Capitania": diz Pardinho. [Moysés Marcondes] 3° - O que sem duvida algúa se fará daqui em diante, pois sendo mais provável, que esta Villa fica no principio das quarenta léguas da doação que teve o Marquez de Cascaes para parte do Sul da Ilha de Cananea, que o Conselho Ultramarino lhe comprou para a Coroa Real, com a Capitania de S. Vicente, como consta da scriptura, que elle Ouvidor geral lhes deyxa registrada no Livro desta (Tâmara; devem seos moradores terem entendido, que sam immediatamente Vassallos de Sua Magestade sem reconhecerem donatário algum; nem desta Villa devem consentir tome posse pessoa algúa, sem para isso mostrar ordens expressas do dito Senhor, que para esse effeito venhão dirigidas a esta Camará, approvadas, e mandadas cumprir pellos seos Generaes, e Ministros deste governo, por nam cahirem no gravíssimo erro, em que seus antepassados cahirão, de dar aquellas posses aos Procuradores dos ditos donatários não tendo algum delles concurrido para esta Povoassam e Villa com obra, ou beneficio algum, como erão obrigados
em Retrospectiva

Últimas materias
07/08/2022
De São Paulo a Sorocaba
03/08/2022
Caminho até Ipanema
03/08/2022
Aniversário de "Sorocava"
31/07/2022
Etepararange
31/07/2022
CANIBALISMO, NUDEZ E POLIGAMIA
30/07/2022
Corrigindo Luiz Castanho de Almeida: Parte III
30/07/2022
Corrigindo Luiz Castanho de Almeida: Parte II
29/07/2022
Análise da obra de Luiz Castanho de Almeida: Parte I
29/07/2022
Sorocaba: no limite de Tordesilhas
29/07/2022
Minas de "Surucava"





Biografias/temas
Imagens
História
Cidades



Hoje na história!


Hoje na História: 20 de Agosto
43 registros


BRASILBOOK - http://www.brasilbook.com.br
Agradecemos as duvidas, criticas e sugestoes
Compilado por Adriano Cesar Koboyama
Colaboradores:
Simone Garcia
João Libero
Amora G. Mendes, Matheus Carmine