Wildcard SSL Certificates
Ano:  
InícioHistóriaBiografiasCidadesTemas
'



Dom Pedro II quis desistir do casamento
Domingo, 3 de Setembro de 1843


Nascimento de Bento da Silva Lisboa, 2.º barão de Cairu

A nova imperatriz do Brasil desembarcou no Rio de Janeiro em 3 de setembro de 1843.

Ao vê-la pessoalmente o imperador aparentou estar claramente decepcionado. A pintura que havia recebido era claramente uma idealização; a Teresa Cristina real era baixa, um pouco acima do peso, coxa e apesar de não ser feia, também não era bonita.

Ele fez pouco para esconder sua desilusão. Um observador afirmou que ele deu as costas a Teresa Cristina, outro disse que ele estava tão chocado que precisou sentar, e é possível que ambos tenham ocorrido.

Naquela noite Pedro II chorou e reclamou para Mariana de Verna, "Eles me enganaram, Dadama! Foram necessárias horas para convencê-lo de que o dever exigia que ele seguisse em frente com o matrimônio.

Uma celebração nupcial, com a ratificação dos votos tomados por procuração e o conferimento de uma benção nupcial, ocorreu no dia seguinte, 4 de setembro.

O casamento

Vincenzo Ramírez, embaixador das Duas Sicílias no Império Austríaco, se reuniu em Viena no início da década de 1840 com Bento da Silva Lisboa, 2.º Barão de Cairu, o enviado brasileiro encarregado de encontrar uma esposa para o jovem imperador D. Pedro II do Brasil.

Até então, todas as casas reais procuradas mostraram-se reticentes já que temiam que Pedro II fosse desenvolver uma personalidade semelhante a de seu pai D. Pedro I, conhecido por sua inconsistência e por ter várias amantes.

Ramírez não deu muita importância para a reputação do monarca e propôs a mão de Teresa Cristina ao imperador.

Por fazer parte de uma família grande, e assim capaz apenas de um dote medíocre, as perspectivas de casar a princesa com o imperador não podiam ser postas de lado tão facilmente.

Assinado o contrato de casamento do imperador com a princesa Teresa CristinaSábado, 23 de Julho de 1842É assinado em Viena o contrato de casamento do imperador dom Pedro II com a princesa real dona Teresa Cristina Maria de Bourbon, filha do rei Francisco I, das Duas Sicílias.select * from nomes

1843
https://brasilbook.com.br/a.asp?ano=1843https://brasilbook.com.br/a.asp=1843

-feira, 3 de Março de 18431843 — Parte do Rio de Janeiro com destino a Nápoles a divisãonaval brasileira, que deveria receber naquele porto a princesa donaTeresa Cristina, contratada em casamento com o imperador dom PedroII.

Comandava a divisão o contra-almirante Teodoro de Beaurepaire,e compunham-na a fragata Constituição, comandante J. J. Maia, e as corvetas Euterpe e Dois de Julho, comandantes João Maria Wandenkolke Pedro Ferreira de Oliveira.

Como embaixador extraordinário de domPedro II, conduzia a divisão naval o conselheiro José Alexandre Carneiro Leão.

Dom Pedro II casa-se com Teresa Cristina por procuração em NápolesTerça-feira, 30 de Maio de 1843

[1] https://brasilbook.com.br/r.asp?r=9720

Dom Pedro II

Teresa Cristina de Bourbon-Duas Sicílias

Família Real

Bento da Silva Lisboa

Cidades relacionadas
Rio de Janeiro/RJ

Fonte: Wikipedia


Teresa Cristina
Acervo/fonte: José Correia de Lima (1814–1857)
Data: 1843
Rio de Janeiro/RJ em 1843
Este retrato atraiu D. Pedro II e o fez aceitar o casamento



Leopoldina, D. Pedro II, Teresa Cristina e Isabel
Acervo/fonte: Wikicommons
Data: 1863
Rio de Janeiro/RJ em 1863
D. Pedro aos 38 anos

GALERIAS
Relacionadas

Família Real
Atualizado: 28/01/2021 20:05:03
42 imagens    Matérias  |  Registros

em Retrospectiva


BRASILBOOK - http://www.brasilbook.com.br
Agradecemos as duvidas, criticas e sugestoes
Compilado por Adriano Cesar Koboyama
Colaboradores:
Simone Garcia
João Libero
Amora G. Mendes, Matheus Carmine